Contagem regressiva - candidatos tem uma semana para campanha eleitoral


Foto Divulgação TSE


A partir desta sexta-feira 6/11, os candidatos a prefeito e vereador tem praticamente uma semana para tentar convencer os eleitores e apresentar suas propostas de governo ou de legislatura.

Em uma campanha completamente atípica, eleitores devem ter sentido falta das carreatas, passeatas e comícios que sempre reuniam partidários e simpatizantes de candidaturas. Além desse distanciamento ocasionado pela proibição de aglomeração em virtude da Covid-19, essa, com certeza, foi a campanha eleitoral mais rápida da história política no Brasil, fazendo com que candidatos decidissem em tempo recorde seus planos de governo e buscassem forças no lado espiritual para vencer o cansaço das caminhadas e das visitas em busca de votos.

Nessa reta final, seguindo a tradição dessas épocas, normalmente os ânimos se acirram e aumenta o número de ações e representações feitas junto à Justiça Eleitoral.

Essas ofensas que às vezes chegam às vias de fato e normalmente ganham espaço nos canais digitais, não deveriam ofuscar o verdadeiro motivo de uma eleição: conhecer os projetos que cada candidato tem para seu município e escolher qual deles realmente tem condições de fazer o que está prometendo com o currículo que traz como aval.

Vamos torcer que esta última semana seja vivida com sabedoria e paz, levando em consideração que todas as pessoas, sejam de qual partido forem, precisarão conviver e trabalhar na mesma cidade.

Que cada um faça sua escolha baseado em seus princípios e visão, e que cada opinião seja respeitada para que a democracia se faça em 15 de novembro, dia em que se comemorará mais uma vez a Proclamação da República no Brasil.