top of page
  • Foto do escritorJORNAL PANORAMA SC

Consultora destaca oportunidades para os Vales da Uva Goethe


A Câmara de Urussanga recebeu, durante a reunião ordinária dessa terça-feira, dia 17, Andrea Vargas dos Santos, que foi consultora no controle e implantação da Indicação de Procedência (IP) dos Vales da Uva Goethe. Andrea foi convidada por meio de requerimento apresentado pelo vereador suplente Gilmar Trevisol (PP), quando este exerceu o cargo. A profissional destacou a importância da Indicação de Procedência dos Vales da Uva Goethe e do registro junto ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), obtida em 2012, para o desenvolvimento turístico de Urussanga e municípios vizinhos. Andrea contextualizou o processo da obtenção da Indicação de Procedência. O trabalho envolveu a Associação dos Produtores da Uva e do Vinho Goethe (ProGoethe), que iniciou a mobilização, o Ministério da Agricultura (Mapa), que viabilizou os recursos financeiros, o Município de Urussanga e o Instituto Totum, contratado para a implantação da Indicação Geográfica (IG). “Esse processo levou um tempo e, em 2012, foi concedida a Indicação Geográfica Vales da Uva Goethe, na modalidade Indicação de Procedência. Nós fomos a segunda Indicação de Procedência de vinho no Brasil, depois do Vale dos Vinhedos”, lembrou Andrea. Ela detalhou todas as exigências necessárias, como a comprovação de características únicas de relevo, clima, solo, saber-fazer, cultura, tradição e valor. “Vocês podem ter orgulho de fazer parte de um município que tem Indicação Geográfica, que tem reconhecimento mundial. É importante levar adiante essa informação para que todos tenham conhecimento da importância de uma Indicação Geográfica”, frisou. Desenvolvimento futuro Andrea afirmou que o reconhecimento pode trazer benefícios ao turismo, à gastronomia e à economia da região como um todo. “A Indicação Geográfica não é só das vinícolas. Cada pessoa que tem algum terreno nas margens das SCs, por exemplo, podem colocar um comércio que pode se beneficiar da Indicação Geográfica, porque existe um traçado de roteiro turístico na região, que precisa ser mais bem divulgado e organizado. É aí que entra o papel do Poder Público”, argumentou. A consultora sugeriu que todos os municípios dos Vales da Uva Goethe se unam para construir um roteiro que envolve gastronomia, produtores de uva, produtos artesanais e vinícolas. A gente precisa crescer na questão gastronômica, de hotelaria, precisamos ter estabelecimentos abertos aos fins de semana”, propôs. A profissional se colocou à disposição para fortalecer o diálogo e auxiliar no desenvolvimento da região, que envolve a captação de recursos para investimentos e conscientizar as pessoas sobre a importância da Indicação Geográfica. Vales da Uva Goethe A área geográfica delimitada da Indicação de Procedência é formada pelos municípios de Urussanga, Pedras Grandes, Morro da Fumaça, Cocal do Sul, Treze de Maio, Orleans, Nova Veneza e Içara. Dentro desta delimitação existe uma área chamada “Vales da Uva Goethe”, com 458,9 km2, localizada nas bacias do Rio Urussanga e do Rio Tubarão, na qual deve ser produzida a uva utilizada na elaboração dos produtos da IP Vales da Uva Goethe.

bottom of page