top of page
  • Foto do escritorJORNAL PANORAMA SC

Conhecer para Pertencer- projeto sobre cultura e história da imigração

Dança, música, histórias, encenações, culinária e cenários especiais fazem

parte das ações desenvolvidas no projeto "Conhecer para Pertencer"

Atividades diversas, que divertem, encantam e ensinam. Assim tem sido a aplicação do projeto "Conhecer para Pertencer - 145 anos da Imigração Italiana em Urussanga", realizado nas escolas urussanguenses durante este mês de maio. Com pinturas, danças, cenários e roupas típicas, os estudantes de toda a rede de ensino, têm conhecido mais sobre a colonização italiana, seus costumes, culinária, história, brincadeiras.

O projeto é uma iniciativa do Governo Municipal, através da Secretaria de Educação, em parceria com a diretoria de turismo e cultura e visa levar reflexão e conhecimento das raízes culturais, ampliando a compreensão sócio histórica e a ideia de pertencimento, a fim de colaborar para a valorização e preservação da cultura em suas diferentes manifestações. Tão importante que é, foi transformado na Lei Nº 3.044, em 27 de junho de 2022.

"Através das mais diversas atividades, cada professor leva para a sala de aula esse conteúdo. São atividades criativas, lúdicas e ricas em detalhes que encantam e levam conhecimento. Sabemos que estas crianças vão crescer entendendo um pouco mais da cultura e das nossas raízes históricas. Vimos atividades em que as crianças preparam os biscoitos como a vó fazia, conhecem a farinha que dá sabor a polenta, o processo de colheita, esmagamento e fermentação da uva, até se tornar o vinho, ou então o suco que eles tanto gostam. Aprenderam sobre o trabalho, as ferramentas e brincadeiras da época", afirma a Secretária Municipal de Educação, Janea Possamai.



Algumas atividades retratam a chegada dos imigrantes italianos. Com barcos, malas e roupas típicas, eles encenam um pouco da história e marcam para sempre em suas memórias, o que foi a fundação e os primeiros anos de Urussanga. "Queremos manter viva a nossa história. Para pertencer a uma cultura, precisamos conhecê-la. A cultura italiana marca fortemente o nosso município, e não podemos deixar que as pessoas percam o significado disso. Estamos fazendo a nossa parte e levando a nossa cultura para a educação daqueles que serão o futuro da nossa terra", destaca Janea.

Comments


bottom of page