top of page
  • Foto do escritorJORNAL PANORAMA SC

Comissão prepara encontro de ex-internas do Paraíso da Criança

Evento acontece no próximo 15 de outubro em Urussanga

Da esquerda p/direita: Sérgio Maestrelli, José Elson Bitencourt, Maria Terezinha dos Santos,Terezinha Mezari Kamola, Rosa Apolinário, Antônio Scarpato, Marlene Scarpato, Ana De Bonna e Braz Ciseski, na foto feita por Maria das Graças Medeiros


O antigo refeitório onde crianças costumavam lanchar sentadas nas pequenas cadeiras de madeira que compunham o jogo com a mesinha confeccionada em tamanho especial para os pequenos internos do Paraíso da Criança, serviu de local para uma reunião que visa trazer para a cidade as pessoas que lá viveram estes momentos.

Os preparativos estão sendo feitos com carinho e, além do almoço de confraternização e do café colonial, homenagens e lembranças estão sendo preparadas para o evento que acontece no próximo 15 de outubro.

Segundo Marlene Scarpato, uma ex-interna que é membro da referida Comissão, a parte mais trabalhosa da organização é encontrar as crianças que ficaram internadas no Paraíso da Criança após todos estes anos.

“Nós temos arquivos com nomes, porém algumas das crianças que por aqui passaram já faleceram e muitas se dispersaram e perderam o contato com Urussanga. É bastante trabalhosa esta pesquisa, mas já estamos em 30 ex-internas e buscando encontrar mais”, explicou Marlene ao acrescentar que o evento não é apenas uma confraternização entre amigos para relembrar o passado, mas, sim, um encontro de almas que vivenciaram a mesma experiência neste mundo.

A Comissão é composta por Ana De Bonna, Antônio Scarpato, Braz Ciseski, José Elson Bitencourt, Maria Terezinha dos Santos, Maria das Graças Medeiros, Marlene Scarpato, Rosa Apolinário, Sérgio Maestrelli e Terezinha Mezari Kamola.

Questionada pela reportagem de Panorama se a Comissão não pensava em ampliar a participação, abrindo oportunidade para que ex- alunos do Paraíso da Criança também participassem do evento, Marlene afirmou que este assunto até já foi debatido em reunião, mas que a prioridade no momento é localizar e reunir as ex-internas do orfanato que abrigou quase mil crianças de toda a região sul catarinense.


bottom of page