top of page
  • Foto do escritorJORNAL PANORAMA SC

Cocal do Sul - atividades na Semana Nacional da Pessoa com Deficiência da APAE


De 21 a 28 de agosto, as APAEs de todo o Brasil celebram a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla, que neste ano de 2023, trouxe como tema: “Conectar e somar para construir inclusão”. Na APAE Cocal do Sul, uma série de atividades foram preparadas e executadas para comemorar e divertir os alunos.

Na segunda-feira (21), o Dia da Beleza encantou e deixou ainda mais bonitos alunos e alunas da instituição. "Cabeleireiros, maquiadores, depiladoras, manicures, abriram mão do seu dia de folga para estar conosco nessa ação que abriu com chave de ouro a nossa semana de comemoração. É uma semana organizada com carinho para alegrar nossos alunos, e sabemos o quanto ações de beleza elevam a auto estima de todos por aqui", destaca a diretora da APAE, Michelle Cesca Lebarbenchon.

A terça-feira (22), foi de muita pizza, com decoração italiana e sabores doces e salgados. Na quarta (23), o auditório da instituição virou cinema. O espaço foi decorado para que todos entrassem no clima, e os filmes foram assistidos enquanto os alunos saboreavam um delicioso lanche. No mesmo dia, alguns alunos participaram do Baile das APAEs, onde alunos das APAEs de toda a Região Carbonífera puderam dançar, rever amigos e aproveitar os shows na AM Master Hall.

Mais um dia saboroso e de muito agito na quinta-feira (24), onde um almoço delicioso foi servido para todos os alunos, que ainda puderam dançar e curtir com músicas e brincadeiras no Ginásio Multiuso da instituição.


Gincana da Prevenção



Para finalizar a programação da semana, a 1ª GINCAPAE - Gincana da Prevenção, animou a galera. As turmas foram divididas em quatro equipes, que disputaram as provas de: melhor maquete da instituição; pinturas em aquarela; corrida de cadeiras de roda, circuito sobe e desce; desfile com nome da equipe, brasão e grito de guerra; maçã na bacia e brinquedos na farinha; montagem do tangram; vestido de lenços; torta na cara; pintura facial de palhaço e provas relâmpago.

Segundo a profissional de educação física e organizadora da ação, Camila Machado Rodrigues, a gincana veio como uma forma de conscientizar, promover a inclusão e a diversão. "Ela foi estruturada para que todos os nossos alunos pudessem ter um momento de troca e interação neste mês de conscientização e prevenção às deficiências", afirma.

"Foi um dia de muita diversão. As provas da gincana foram preparadas de modo que todos pudessem em algum momento participar, afinal, celebrar e promover a inclusão é mais que uma meta, é uma responsabilidade. Ver o sorriso e a empolgação deles com as provas foi muito gratificante. Mais do que competir, a gincana busca incluir, exercitar, divertir e animar todos os nossos alunos", destaca a coordenadora pedagógica da APAE, Morgana Moro Kieslark.

bottom of page