top of page
  • Foto do escritorJORNAL PANORAMA SC

Câmara de Urussanga presta homenagens na última sessão ordinária do ano




A última reunião da Câmara de Urussanga teve três entregas de Moção de Aplauso. O cineasta Yves Goulart, os proprietários da empresa DS Travel Tur e o Criciúma Esporte Clube receberam reconhecimento do Legislativo urussanguense nesta terça-feira (18). 


O Tigre


O Criciúma Esporte Clube recebeu Moção de Congratulação e Aplauso pelo acesso à Série A do Campeonato Brasileiro. A homenagem foi proposta pelos vereadores Daniel Moraes (PSD) e Thiago Mutini (PP). O presidente do Tigre, Vilmar Guedes, esteve no Legislativo para receber o reconhecimento.

“O Criciúma é um clube autossuficiente. Nós temos um clube saneado e o que eu mais me orgulho é sentar numa mesa, na CBF, num grupo de presidentes de grandes clubes falar pelo Criciúma, ser ouvido e respeitado. O Criciúma é um clube que tem muita credibilidade”, disse Guedes. “Série A, Elite. Temos um enorme desafio. Eu gostaria de convocar a todos para que continuássemos unidos, empurrando o tigre. Apoiar. Sonhar é possível”, conclamou.

O Tigrão, mascote oficial do Criciúma participou da reunião ordinária, assim como funcionários do clube.





A moção ao cineasta Yves Goulart foi motivada pela produção, direção e lançamento do documentário “Gemellaggio 30 anos”, sobre o pacto de amizade entre Urussanga e Longarone. A iniciativa foi dos vereadores José Carlos José (PP) e Odivaldo Bonetti (PP), além do suplente Gilson Casagrande (PP), em exercício à época da aprovação.

“Eu estou recebendo essa homenagem por um filme que me saiu muito caro. Caro no sentido de trabalho, no sentido de criatividade e no sentido mais amplo do que a palavra caro possa significar”, afirmou Goulart. “Não é fácil trabalhar com arte. Convido todos os vereadores a apoiar. A arte e a cultura representam o que de melhor um povo constrói”, resumiu o cineasta.





Os proprietários da DS Travel Tur, Douglas da Soler e Samanta Scussel, foram homenageados pelos 16 anos de atividades da empresa em Urussanga. O reconhecimento foi proposto pelo vereador Luan Varnier (MDB).

Segundo eles, a criação da empresa foi fortemente influenciada pelas vivências do trabalho na Alemanha, situação comum entre os urussanguenses.

“Olha a oportunidade que nós temos, esse pessoal que vem da Alemanha com dinheiro que podem investir na parte turística. Fala-se tanto em turismo. A DS Travel surgiu com a necessidade do turismo emissivo, porém nós temos um grande potencial para um receptivo”, sugeriu Samanta.

“Venho mais aqui hoje aproveitar esse espaço para vocês consigam trabalhar junto com o Executivo essa questão do que a gente fala. Os emigrantes saem daqui porque eles não têm tantas opções e incentivo do Governo do Município para investir os seus recursos. Às vezes eles ficam desorientados”, relatou Douglas.

bottom of page