top of page
  • Foto do escritorJORNAL PANORAMA SC

Boeira deixa o PP em Santa Catarina


Foto divulgação


Em nota encaminhada à imprensa o ex-deputado federal Jorge Boeira e que teve uma expressiva votação no município de Urussanga, informou que está deixando o Partido Progressista e entregou sua carta ao presidente do diretório estadual Sílvio Drevek.

Embora datada do dia 6/12, a carta foi entregue nesta segunda-feira 13/12.

Leia a Nota na íntegra:


Criciúma, em 06 de dezembro de 2021.


A Sua Excelência

Deputado Estadual SILVIO DREVEK

M.D Presidente do Diretório Estadual do Partido Progressista.

Santa Catarina.


Senhor Presidente.

As primeiras palavras com as quais me dirijo a V. Exa. e, em especial aos membros desse egrégio diretório do Partido Progressista são de agradecimentos e gratidão. Agradeço cada um e cada uma das pessoas que me acolheram no partido que acreditei e, continuo acreditando, ser é uma agremiação partidária com raízes nos valores da família, no trabalho e na crença em Deus.

A gratidão é consequência intrínseca dos agradecimentos. Logo, sou grato a cada um e a cada uma progressista pela forma generosa, sincera e igualmente respeitosa com que dividimos o espaço da política partidária, o que busquei elevar pela convicção de que estar no PP expressava a minha concordância com o projeto político da legenda, consubstanciado no desejo de contribuir, pela via da participação política/eleitoral, para colocar o Brasil nas trilhas perenes que deve percorrer uma nação desenvolvida econômico e socialmente e assim possibilitar à sociedade uma vida digna e de oportunidades.

Durante esses anos, honrei com disciplina e respeito os compromissos assumidos com o partido, com seus dirigentes, filiados e simpatizantes, bem como com os eleitores que acreditaram no partido e em nossas propostas e levaram-me à Câmara Federal. Foram 123.770 votos que em representação dos Progressista não faltei um só instante com os compromissos e os valores assumidos.

Foram anos de convivência harmoniosa onde tivemos muitos momentos de alegrias, outros de raras tristezas, mas, em todos eles, cientes de que a vida política, a vida pública é feita de ações e comportamentos que não objetivam outro resultado senão contribuir para o bem comum. São, portanto, as ações e o comportamento do homem público que moldam a boa política, a política de P maiúsculo, o que procurei ter como norte e padrão em todo esse tempo que estivemos juntos.

Hoje, busco outros horizontes. Hoje busco superar outros desafios que no momento não são os mesmos que estão postos para os progressistas. Isso me leva a tomar uma decisão, que foi refletida, embora, não posso negar com um certo preço afetivo a pagar, mas necessário diante da nova realidade.

Há tempo, mais precisamente desde 2014, venho defendendo junto aos progressistas de Santa Catarina a necessidade de nos colocarmos como alternativa para a disputa dos cargos majoritários em nosso estado. Eu mesmo me coloquei a disposição para enfrentar tal desafio, nunca por vaidade pessoal, mas seguro que através de um plano de governo com bases nos ideais progressistas, focado no desenvolvimento econômico e social, alicerçado na condução ética dos recursos públicos e democrático por natureza, podíamos, para além de fazer a sadia e leal disputa eleitoral, nos colocarmos como uma opção concreta para o exercício da administração estadual.

Por diversos motivos, fui voto vencido. Mas, a realidade é feita de momentos, como dizia Chico Xavier, “é exatamente disso, dos momentos, que a vida também é feita. Momentos que temos que passar, sendo bons ou ruins, para o nosso próprio aprendizado. Nunca esquecendo do mais importante: Nada nessa vida é por acaso. Absolutamente nada. Por isso, temos que nos preocupar em fazer a nossa parte, da melhor forma possível. A vida nem sempre segue a nossa vontade, mas ela é perfeita naquilo que tem que ser.

Nesses momentos em que a vida é feita, os meus momentos junto ao PP estão passando, contudo, quero continuar sendo um amigo e continuar dialogando, pois, também, na política há momentos em que portas não podem ser fechadas às novas ideias, servir como meio de fuga da realidade e das necessidades postas, nem escancaradas ao ponto de mudar princípios. Estou indo em buscas de novos espaços, onde eu possa reunir, dialogar, debater e discutir a questão da eleição estadual.

Não foi uma decisão improvisada, irrefletida. Claro que isto tem, para mim, um preço afetivo que precisa ser pago, mas, como dito, estou diante de novos desafios e novas perspectivas, que pretendo enfrentá-los e superá-los sem jamais transigir com os princípios norteadores de minhas ações na vida pública, quais sejam, a honestidade, o zelo com a res publica e a luta para a melhoria da vida das pessoas, principalmente aquelas que vivem com menos, pois são as que mais precisam do Estado brasileiro.

O PP foi muito importante em minha trajetória política. Terá sempre o meu respeito e a minha consideração. É com esse sentimento que me despeço dos companheiros e companheiras progressistas, certo de que nos encontraremos, em algum

momento, na trincheira dos valores políticos que realmente importam e interessam a maioria do povo brasileiro.

Obrigado pela convivência ao longo desses anos. Vida que segue. Que sigamos com as nossas vidas e consciências em paz. Tentamos fazer o melhor. É bem possível que tenhamos feito em algum momento.

Mas, o momento hoje é outro e a vida, embora saibamos que ela nem sempre segue a nossa vontade, igualmente sabemos que ela é perfeita naquilo que tem que ser.

Muito Obrigado!

Jorge Catarino Leonardeli Boeira.



Comments


bottom of page