top of page
  • Foto do escritorJORNAL PANORAMA SC

Assembleia discute política de combate ao abigeato e crimes nas áreas rurais


Para quem não conhece a palavra, abigeato é o famoso furto de animais, principalmente os domesticados como os de carga e de abate, que vivem em propriedades rurais. Na região Sul do nosso Estado, não são poucas as denúncias de furto de gado para obtenção da carne, sendo que muitos são abatidos na mesma propriedade em que são furtados.

Mas esse assunto, que incomoda pecuaristas e agricultores, vem sendo discutido na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, o PL./0116.1/2021, de autoria do Deputado Valdir Cobalchini, que Institui a Política de combate ao abigeato e aos crimes em áreas rurais. A iniciativa busca estabelecer mecanismos para o enfrentamento da criminalidade na zona rural, realizada por unidades especializadas, com rondas permanentes, objetivando a repressão de crimes contra o patrimônio nas áreas rurais.

Na reunião desta semana da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Alesc, o relator deputado Moacir Sopelsa disse que “as estatísticas apontam que o maior número de roubos de gado, e também de cargas, é registrado em locais com dificuldade de comunicação, especialmente telefonia e internet”.

Já em Urussanga, delegado Dr. Ulisses Gabriel afirmou durante seu pronunciamento na Câmara de Vereadores na noite da última terça-feira 8/06, que este tipo de crime é muito difícil de obter provas para condenar os culpados.

A única alternativa para tentar monitorar a área rural seria instalação de câmeras nos pontos de acesso aos bairros interioranos. Isso, em última instância, possibilitaria que a polícia identificasse quem trafegou naquele trecho no horário ou dia do furto.


留言


bottom of page