Antonio Carlos - o mineiro que eternizou as imagens do centenário de Urussanga

Com produção da Goulart Filmes, documentário é lançado no dia do aniversário da cidade



Quando a linda e jovem urussanguense Salete Serafin casou com Antonio Carlos Reis Couto na década de 1960 e deixou sua cidade natal, poucas pessoas souberam do acontecimento e o que essa união representaria para Urussanga no futuro.

Após alguns anos residindo em Minas Gerais e São Paulo, o casal retorna para Urussanga para que o técnico em explosivos prestasse seus serviços nas minas da região.

E foi aqui que criaram suas quatro filhas, Daniela, Giovanna, Sophia e Isabella, sempre participando de atividades comunitárias, fossem de assistência social ou de cunho recreativo e cultural.

Movimentos assistenciais, eventos da cidade, jantares e almoços beneficentes ou qualquer atividade que necessitasse de voluntariado, lá estavam Salete e Antônio Carlos marcando presença e incentivando suas filhas a participarem.

Por esta postura e seu histórico de relevantes serviços prestados, Antonio Carlos foi merecedor de título honorífico concedido pelo poder legislativo municipal e recebe, neste ano de 2020, o reconhecimento e gratidão de urussanguenses pelas filmagens feitas no ano do centenário da cidade, em 1978.

Essas filmagens, feitas em Super 8 e digitalizada nos EUA pelo cineasta urussanguense Yves Goulart, transformou-se em documentário contendo momentos vividos em maio de 1978 e mesclado com depoimentos atuais lembrando da grande festa vivida naquele ano.

Sob a direção de Yves, o documentário com as imagens cedidas gratuitamente por Antonio Carlos emocionam famílias que podem rever entes queridos que já não estão mais presentes fisicamente e, também, tomar conhecimento da grandiosidade que foi o centenário de Urussanga. Disponível para visualização na internet, o projeto conta com o apoio financeiro da Prefeitura Municipal neste resgate da memória local.

Em entrevista à reportagem de Panorama SC, o prefeito Gustavo Cancellier disse que “o centenário de Urussanga foi um marco na região, mostrando o pioneirismo da cidade em realização de grandes eventos e de amor a sua cultura e tradições.

Essas imagens do Antonio Carlos são de suma importância para a cidade. Seja para alguns relembrarem aqueles momentos, quanto para que muitos outros, hoje e no futuro, possam conhecer a história e ter dimensão do arrojo da gente urussanguense. E me sinto feliz de, na condição de prefeito, de colocar mais um tijolinho neste trabalho de preservação e valorização da nossa história,”concluiu o prefeito Gustavo.