top of page
  • Foto do escritorJORNAL PANORAMA SC

Ampliação do Cemitério Municipal - o novo desafio de Urussanga e do recém empossado Secretário


Enquanto o vereador Luan Varnier utiliza seu espaço na tribuna do legislativo para criticar os furtos que estão acontecendo no cemitério municipal de Urussanga, um novo desafio foi lançado ao Secretário de Desenvolvimento empossado esta semana- Braz Ciseski.

Segundo Braz, entre as diretrizes e prioridades elencadas pelo prefeito interino Jair Nandi para este setor de desenvolvimento social e econômico, está a ampliação do Cemitério Municipal.

Segundo informações obtidas pela reportagem de Panorama SC, há poucos lotes disponíveis para venda no cemitério da cidade e a questão precisa ser analisada agora, com os primeiros passos sendo dados para que no futuro não vire um problema para a cidade.

“Estou assumindo a pasta de Desenvolvimento junto com muitos desafios.

É preciso pensar no presente estimulando o crescimento econômico para geração de emprego e renda, é preciso ter conhecimento do passado para ter-se bases onde é possível alicerçar as novas ideias e também nos prepararmos para o futuro, como é o caso da ampliação e do modo de gestão do nosso cemitério municipal. Estou consciente de tudo isso e disposto a dar o melhor de mim por esta cidade que tão bem me acolheu” afirmou Braz.


Da história


O primeiro cemitério no centro da cidade de Urussanga ficava localizado atrás da igreja matriz Nossa Sra. da Conceição.

Por volta da década de 1950, já com o espaço saturado, foi transferido para as terras de propriedade do agricultor Marcos Costa que, na época, pareciam estar bastante distante do conglomerado de residências da área central.

Na década de 1970, mais uma área de terras foi anexada visando a ampliação do campo santo e, neste ano de 2022, o Cemitério Municipal Nossa Sra. da Conceição é novamente alvo de preocupação da municipalidade na busca de espaço para ampliação.

Comentarios


bottom of page