top of page
  • Foto do escritorJORNAL PANORAMA SC

Alunos de Içara participam de palestras sobre trabalho infantil


Ação AEPETI nas Escolas visa ampliar o conhecimento

sobre o tema a fim de erradicar o trabalho infantil no município

O Governo de Içara, por meio da Secretaria de Assistência Social, Habitação, Trabalho e Renda, iniciou uma série de palestras nas escolas do município sobre as consequências do trabalho infantil. A iniciativa faz parte das Ações Estratégicas do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (AEPETI), sendo chamada de AEPETI nas Escolas, com o tema: ‘Brincar, estudar e viver... Trabalhar, só quando crescer’. Todos os 4ºs anos do ensino fundamental das redes municipal e estadual irão participar dos encontros.

O AEPETI visa erradicar o trabalho infantil no município. Um dos eixos norteadores é a Informação e Mobilização, que enfatiza a importância da disseminação de informação sobre o tema para a população em geral, abrangendo desde a sociedade civil, entidades, setores públicos e privados, bem como crianças e adolescentes.

“Trabalhamos não apenas em conscientização, mas também na prevenção, com o monitoramento das Unidades de Saúde, CREAS, CRAS e sindicatos. Sabemos que o número de casos de trabalho infantil existentes é maior é do que o que chega até nós, justamente pela falta de conhecimento em denunciar”, afirma Bruna Gomes Scarpati, coordenadora do AEPETI no município.

Nas palestras, Bruna aborda o assunto de forma lúdica e de fácil entendimento, com a apresentação de vídeos e a distribuição de cartilhas informativas com histórias em quadrinhos. Também há o espaço reservado para possíveis dúvidas das crianças. Ao todo serão 33 turmas inseridas, somando um total de aproximadamente 600 alunos.

Também foi realizada no dia 21 de junho uma palestra com um público de 40 mulheres do grupo PAIF do CRAS Esplanada, com objetivo de informação e orientação acerca do tema trabalho infantil. “No Dia Mundial contra o Trabalho Infantil, em 12 de junho, a secretaria promoveu uma blitz em ruas do centro da cidade para ampliar o debate sobre o tema. Só erradicaremos esse problema social quando todos os setores da sociedade se conscientizarem de que a criança tem o direito à infância”, destaca Eduardo Zata, secretário de Assistência Social, Habitação, Trabalho e Renda.

Comments


bottom of page