ACIU participa de manifesto contra aumento do Fundo Eleitoral


Esta semana, a Associação Empresarial de Urussanga -ACIU participou de um manifesto contra o aumento dos recursos a serem repassados para o Fundo Eleitoral.

As associações empresariais que integram a Regional Extremo Sul da Federação das Associações Empresariais do Estado de Santa Catarina (Facisc) emitiram uma Nota de Repúdio, afirmando que é vergonhoso o aumento da verba destinada ao Fundo Eleitoral, aprovado no Congresso Nacional na última semana, e acrescentando que “enquanto toda a sociedade concentra um esforço gigantesco, em meio às crises econômica e sanitária, para superar os desafios que se impõem, deputados e senadores desrespeitam os cidadãos brasileiros, para se apropriarem de recursos públicos direcionando-os para partidos políticos e campanhas eleitorais.

O setor produtivo requer que os representantes públicos adotem uma postura em favor da população brasileira, da moralidade e da eficiência do Poder Público, e que os parlamentares que alegam que a aprovação ocorreu por meio de um artifício de pauta, agora se posicionem favoráveis ao veto deste ato vergonhoso pelo presidente da República, assim como acredita na mesma postura da autoridade máxima do Poder Executivo e da República. As verbas de representação e emendas parlamentares neste momento devem ser direcionadas às ações de combate à pandemia e à recuperação econômica do país, com estímulo à competitividade e ao crescimento das empresas, especialmente na direção da redução dos impostos”, informa a Nota.

Em entrevista ao Panorama, o presidente da ACIU- Gialdino da Luz disse que a associação urussanguense, que está sempre atenta às demandas do setor e participando de atividades que possam impulsionar o desenvolvimento econômico e a geração de emprego e renda, não poderia deixar de se aliar a esta causa tão importante.

“É inadmissível o que está acontecendo no Congresso e nós, de Urussanga, não poderíamos ficar alheios a esta luta”, afirmou Gialdino.