top of page
  • Foto do escritorJORNAL PANORAMA SC

10ª Feira AgroPonte destaca o desenvolvimento do agronegócio e da agricultura familiar

Abertura aconteceu na quarta-feira 3/11 e evento segue até domingo dia 7/11

Demonstrando a força do campo na vida de cada um dos cidadãos brasileiros e até mesmo, por todos os cantos do mundo, a realização da Feira AgroPonte, é uma vitrine para a prosperidade por trás do agronegócio, da agricultura familiar e da pecuária em Santa Catarina. Na cerimônia de abertura do evento, ocorrida nesta quarta-feira (3), no Pavilhão de Exposições José Ijair Conti, em Criciúma, menções importantes sobre a trajetória agrícola no Estado foram destacadas.


Entre elas, a presidente da Epagri (Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina) e recentemente nomeada pela Forbes como uma das cem mulheres mais influentes do mundo do agronegócio, Edilene Steinwandter, fez suas pontuações durante a celebração. Neste ano, a empresa completa 30 anos de existência e escolheu a AgroPonte, para comemorar o momento simbólico. "Ao passarmos pelos corredores da feira, observamos a riqueza da nossa região. Muitas pessoas contribuíram para que hoje sejamos referência nacional, tanto em pesquisa, quanto na extensão rural, e nós estamos juntos na AgroPonte desde a primeira edição", pontua Steinwandter. "De fato, observamos que o evento é realmente esta ponte que faz a conexão entre a agricultura e o agronegócio catarinense, com o consumidor. E nos sentimos o alicerce dessa ponte, junto com os demais envolvidos no desenvolvimento do ramo", acrescenta.


Na dificuldade social e econômica vivenciada nos últimos meses, o agronegócio não parou no Estado e em todo o Brasil, garantindo através da produção contínua, abastecimento com quantidade e qualidade para atender às necessidades da sociedade brasileira e de mais de um bilhão de pessoas no mundo. A AgroPonte demonstra a capacidade dos produtores locais que trabalham no campo, na agricultura e pecuária, contribuindo de maneira expressiva com a prosperidade econômica e social das comunidades.


O diretor da NossaCasa Feiras & Eventos e idealizador da AgroPonte, Willi Backes, pontua que a feira tem esta denominação como pretensão de construir a ponte entre a produção no agro e o consumidor das regiões urbanas, e é isso que os organizadores e expositores buscam nas novas edições. "Cada um de nós tem um pé ou os dois na vida do campo e a sua história pessoal para contar. As intervenções efetivas das gestões públicas do Estado e dos municípios, foram e são fundamentais para que hoje seja comprovada a permanência das famílias e de seus sucessores na vida agrícola", menciona Backes.


No evento que segue até o próximo domingo, dia 07 de novembro, os visitantes poderão conferir os produtos preparados pela agricultura familiar, a exposição de diversos animais e também a força do agronegócio da região. O prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, expõe essa potência encontrada no sul do Estado e que está à mostra na AgroPonte. "A nossa cidade tem uma agricultura muito forte, quase mil famílias vivendo na roça. E eventos como esta feira, reforçam a grandiosidade do setor para a nossa economia", pontua Salvaro. Além disso, um grande desafio para os governantes atuais, é evitar o êxodo rural. "É preciso trabalhar para que o homem do campo continue firme, acreditando que é possível dali tirar o sustento para sua família. Nem mesmo em períodos como o da pandemia, os agricultores deixaram faltar comida na mesa de todos os brasileiros, colaborando com a vida na cidade", reforça.

Comentarios


bottom of page